21.3.12

20.3.12

Estreia de peça de teatro para crianças baseada em textos de Manuel António Pina - “O que vai na cabeça do menino Manuel”




O Serviço Educativo do Teatro do Campo Alegre, promovido pela Câmara Municipal do Porto, através da Fundação Ciência e Desenvolvimento, prepara-se para apresentar, em estreia absoluta, um espetáculo para escolas e famílias, construído a partir do universo poético de Manuel António Pina.

“O que vai na cabeça do menino Manuel” estreia a 19 de Abril com encenação de Ana Luena e estará em cena até dia 22.

Um ator e um músico apresentam um recital de poesia, mas acabam por se envolver num universo infantil de brincadeira, ligado à aprendizagem, ao mundo onírico das palavras e dos números. Os dois amigos confrontam-se com os seus anseios, desejos e medos. Criam códigos secretos, personagens imaginárias e jogos, onde os poemas se libertam da cabeça do menino Manuel.




Escolas
(Pré-primária e 1º Ciclo do Ensino Básico)
19 e 20 - 10h30 e 15h00
(Sessões por marcação prévia)

Público geral
(Maiores de 4 anos)
21* e 22 – 16h00
*Sessão com presença do autor Manuel António Pina, para conversa no final do espetáculo.



Textos: Manuel António Pina
Encenação: Ana Luena
Interpretação: Pedro Mendonça (ator) e Rui Lima (músico)
Desenho de Luz: Rui Monteiro
Música Original: Rui Lima
Produção Executiva (Teatro Bruto): Ana Fernandes
Coprodução: Teatro Bruto e Fundação Ciência e Desenvolvimento / Câmara Municipal do Porto. Uma Encomenda da Fundação Ciência e Desenvolvimento (Serviço Educativo) em 2012.

NOTA: ensaio aberto à comunicação social previsto para dia 17 de Abril, às 15h00. 

19.3.12

Manuel António Pina

O nosso próximo espetáculo é imperdível !!!

Para ler por favor clicar sobre a imagem. Obrigada. 

















Fotografias de Sara Moutinho.
"Por um Dia Claro"


O Serviço Educativo do Teatro do Campo Alegre, promovido pela Câmara Municipal do Porto, através da Fundação Ciência e Desenvolvimento, apresentou, no passado fim de semana, a peça Por um Dia Claro, a partir das obras de Almada Negreiros e de Fernando Pessoa.

DIREÇÃO ARTÍSTICA E ENCENAÇÃO: Ana Lázaro
INTÉRPRETES: Simon Frankel e Inês Melo
TEXTO: Ana Lázaro (a partir de pesquisa sobre a obra de Almada Negreiros: A Invenção do Dia Claro)
VOZ: Joana Capucho | João Almeida |João Lázaro
MÚSICA original: Inês Melo
ILUSTRAÇÕES / CURTA METRAGEM: Catarina Mesquita
EDIÇÃO e MONTAGEM: H.c.Franco e Ana Lázaro
DIREÇÃO TÉCNICA: H.c.  Franco
PRODUÇÃO: ‘dobrar
APOIOS: Fundação Calouste Gulbenkian; Fundação da Ciência e Desenvolvimento; Teatro do Biombo; Comuna - Teatro de Pesquisa; Te-ato-Grupo de Teatro de Leiria; Post Coop - Lisboa; Casa Conveniente; Teatro do Vestido. 


15.3.12

DESTAK

Jornal DESTAK. 15 de Março de 2012. 
Para ler clicar sobre a imagem. Obrigada.

13.3.12

Este Sábado:




O Serviço Educativo do Teatro do Campo Alegre, promovido pela Câmara Municipal do Porto, através da Fundação Ciência e Desenvolvimento, apresenta a peça Por um Dia Claro, a partir das obras de Almada Negreiros e de Fernando Pessoa, no dia 17 de Março (Sáb.), às 16h00 e às 21h30.

Por um Dia Claro é uma peça de teatro multidisciplinar criada a partir da obra de Almada Negreiros e da poesia inglesa de Fernando Pessoa.
Em palco as histórias crescem nas palavras; nos desenhos de uma curta-metragem de animação e na música do acordeão.

Por um Dia Claro foi concebido para o Público geral, dirigindo-se, em especial, ao Público juvenil.


Produção: ´Dobrar com apoio de diversos parceiros, incluindo a Fundação Calouste Gulbenkian e a Fundação Ciência e Desenvolvimento. 

12.3.12

DENTES DE RATO (AUTOR X)




















O Serviço Educativo do Teatro do Campo Alegre, promovido pela Câmara Municipal do Porto, através da Fundação Ciência e Desenvolvimento, desafiou as turmas do 3º Ciclo do Ensino Básico a escolherem uma obra curricular de um autor português que gostassem de ver encenada.

A iniciativa intitula-se “Autor X - Elege o autor que gostarias de ver em cena” e decorre desde Setembro de 2011. A obra curricular do 7º ano de Agustina Bessa Luís “Dentes de Rato” foi a que reuniu mais votos e foi levada a cena nos dias 7, 8 e 9 de Março, no Teatro do Campo Alegre.

Direção artística e interpretação: Daniel Pinto e Cristóvão Carvalheiro / Dramaturgia: Suzanna Rodrigues / Cenografia: Corina da Saudade e Bruno Capucho / Desenho de luz: Diogo Barbedo / Sonoplastia: Sofia Simões /Apoio: Associação Porta 27
Produção: Fundação Ciência e Desenvolvimento / Câmara Municipal do Porto
Encomenda da Fundação Ciência e Desenvolvimento (Serviço Educativo)


Fotografias de Sara Moutinho.




9.3.12


O Serviço Educativo do Teatro do Campo Alegre, promovido pela Câmara Municipal do Porto, através da Fundação Ciência e Desenvolvimento, apresenta a peça Por um Dia Claro, a partir das obras de Almada Negreiros e de Fernando Pessoa.

O espetáculo será apresentado duas vezes, no dia 17 de Março (Sábado), às 16h00 e às 21h30.


Por um Dia Claro foi concebido para o público geral, dirigindo-se, em especial, ao público juvenil.

DIREÇÃO ARTÍSTICA E ENCENAÇÃO: Ana Lázaro
INTÉRPRETES: Simon Frankel e Inês Melo
TEXTO: Ana Lázaro (a partir de pesquisa sobre a obra de Almada Negreiros: A Invenção do Dia Claro)
VOZ: Joana Capucho | João Almeida |João Lázaro
MÚSICA original: Inês Melo
ILUSTRAÇÕES / CURTA METRAGEM: Catarina Mesquita
EDIÇÃO e MONTAGEM: H.c.Franco e Ana Lázaro
DIREÇÃO TÉCNICA: H.c.  Franco
PRODUÇÃO: ‘dobrar
APOIOS: Fundação Calouste Gulbenkian; Fundação da Ciência e Desenvolvimento; Teatro do Biombo; Comuna - Teatro de Pesquisa; Te-ato-Grupo de Teatro de Leiria; Post Coop - Lisboa; Casa Conveniente; Teatro do Vestido.

Reservas: 226063000 - bilheteira do Teatro do Campo Alegre.

7.3.12

AUTOR X - na MUTANTE Magazine

Almada Negreiros e Fernando Pessoa





O Serviço Educativo do Teatro do Campo Alegre, promovido pela Câmara Municipal do Porto, através da Fundação Ciência e Desenvolvimento, apresenta a peça "Por um Dia Claro", a partir das obras de Almada Negreiros e de Fernando Pessoa, no dia 17 de Março (Sáb.), às 16h00 e às 21h30.

"Por um Dia Claro" é uma peça de teatro multidisciplinar criada a partir da obra de Almada Negreiros e da poesia inglesa de Fernando Pessoa. 


Em palco as histórias crescem nas palavras; nos desenhos de uma curta-metragem de animação e na música do acordeão.


"Por um Dia Claro" foi concebido para o público geral, dirigindo-se, em especial, ao público juvenil.


Produção: ´Dobrar com apoio de diversos parceiros, incluindo a Fundação Calouste Gulbenkian e a Fundação Ciência e Desenvolvimento.




5.3.12



Ilustração: Mónica Baldaque

O Serviço Educativo do Teatro do Campo Alegre, promovido pela Câmara Municipal do Porto, através da Fundação Ciência e Desenvolvimento, desafiou as turmas do 3º Ciclo do Ensino Básico a escolherem uma obra curricular de um autor português que gostassem de ver encenada.

A iniciativa intitula-se “Autor X - Elege o autor que gostarias de ver em cena” e decorre desde Setembro de 2011. A obra curricular do 7º ano de Agustina Bessa Luís “Dentes de Rato” foi a que reuniu mais votos e será assim levada a cena, em Março, no Teatro do Campo Alegre.

Dias 7, 8 e 9 de Março, às 10h30 e às 15h00, com direção artística e interpretação de Daniel Pinto e Cristóvão Carvalheiro, “Dentes de Rato “ subirá ao palco em sessões destinadas a todas as escolas interessadas.

Sobre “ Dentes de Rato” de Agustina Bessa-Luís e a encenação que agora tem lugar pode dizer-se:

Lourença era diferente: fechava os olhos e vivia aventuras maravilhosas. Por isso não gostava de ninguém que se pusesse entre ela e sua imaginação. O que mais gostava de fazer era comer maçãs e de marcar os dentes na fruta da fruteira, o que lhe valeu a alcunha de Dentes de Rato. Aos 6 anos já sabia coisas que ninguém sabia: lia às escondidas os livros dos adultos.

A encenação do texto de Agustina não irá abranger a totalidade do texto, numa opção de torna-lo mais apelativo aos grupos escolares.

Direção artística e interpretação: Daniel Pinto e Cristóvão Carvalheiro / Dramaturgia: Suzanna Rodrigues / Cenografia: Corina da Saudade e Bruno Capucho / Desenho de luz: Diogo Barbedo / Sonoplastia: Sofia Simões /Apoio: Associação Porta 27
Produção: Fundação Ciência e Desenvolvimento / Câmara Municipal do Porto
Encomenda da Fundação Ciência e Desenvolvimento (Serviço Educativo)