26.11.13

Casting - prazo dia 15 de dezembro


Para ler por favor clicar sobre a imagem. 

21.11.13

Hoje na revista VISÃO

Revista Visão - hoje - 21 de novembro de 2013. 
Para ler o texto por favor clicar sobre a imagem. Obrigada.

Sábado para as famílias

Para ler por favor clicar sobre a imagem. Obrigada. 

15.11.13

"O Homem que só pensava em números"













Fotografias de Sara Moutinho.

Promovido pelo Serviço Educativo do Teatro do Campo Alegre/Câmara Municipal do Porto, o espetáculo de dança/solo intitulado “O Homem que só pensava em números” é destinado a escolas e famílias, com crianças maiores de 6 anos.

Pedro Carvalho é o interprete e criador desta peça de dança contemporânea a ser levada a cena entre 21 e 23 de novembro (21 e 22 às 10H30 e às 15h00 e dia 23 às 16h00). 

“O Homem que só pensava em números” é uma performance de dança e matemática, construída como um estudo artístico-científico, centrada na história de um homem que dedica toda a sua existência aos números e as suas conexões. Aí, nesse mundo de fantasia, este homem descobre sentidos para cada pensamento e movimentos para cada descoberta. Com criação e interpretação de Pedro Carvalho, música de Paulo Mesquita e vídeo de João Rei Lima, esta peça de dança é uma coprodução da Companhia Instável e da Companhia ao Vento/Ventos e Tempestades – Associação Cultural. De referir ainda que este espetáculo, em versão trio, estreou em 2011, também no âmbito do Serviço Educativo do Teatro do Campo Alegre.

Pedro Carvalho é licenciado em Ensino de Matemática pela Universidade de Évora e Pós-Graduado em Jogos e Complementos de Matemática, pela Universidade Lusíada. É professor de Matemática do 3º Ciclo do Ensino Básico. Colaborou com a Fundação Narciso Ferreira, (Riba D´Ave), o Núcleo de Experimentação Coreográfica (NEC), Porto2001, Teatro Aveirense, Centro Cultural Vila Flor (Guimarães), entre outros, no desenvolvimento de projetos e formações de Matemática Criativa. Foi ainda selecionado para o Prémio Fundação Ilídio Pinho "Ciência na Escola".

7.11.13

Dança e Matemática


Dança e Matemática

O Serviço Educativo do Teatro do Campo Alegre/Câmara Municipal do Porto volta a apostar nos “caminhos” criativos da Matemática, desta feita com uma ação de formação destinada a professores do ensino básico e secundário, estudantes do ensino superior e outros interessados e um espetáculo de dança/solo intitulado “O Homem que só pensava em números”, destinado a escolas e famílias, com crianças maiores de 6 anos.

A ação de formação “Matemática Criativa” aconteceu a 26 e 27 de outubro e pretendeu desenvolver competências artístico-matemáticas que permitam um trabalho com os grupos escolares, no desenvolvimento de atividades criativas na sala de aula, e ainda uma melhor contextualização do espetáculo/solo “O Homem que só pensava em números”.

Esta ação de formação foi orientada pelo professor de matemática, bailarino e coreógrafo Pedro Carvalho, também interprete e criador da peça de dança contemporânea “O Homem que só pensava em números”, a ser levada a cena entre 21 e 23 de novembro (21 e 22 às 10H30 e às 15h00 e dia 23 às 16h00).

“O Homem que só pensava em números” é uma performance de dança e matemática, construída como um estudo artístico-científico, centrada na história de um homem que dedica toda a sua existência aos números e as suas conexões. Aí, nesse mundo de fantasia, este homem descobre sentidos para cada pensamento e movimentos para cada descoberta. Com criação e interpretação de Pedro Carvalho, música de Paulo Mesquita e vídeo de João Rei Lima, esta peça de dança é uma coprodução da Companhia Instável e da Companhia ao Vento/Ventos e Tempestades – Associação Cultural. De referir ainda que este espetáculo, em versão trio, estreou em 2011, também no âmbito do Serviço Educativo do Teatro do Campo Alegre.

Matemática Criativa e O Homem que só Pensava em Números (Solo) constituem uma dupla de sugestões do Serviço Educativo do Teatro do Campo Alegre sujeitas ao mesmo tema… Matemática, naturalmente! Embora dirigidas a públicos diferentes, podem ser consideradas complementares, no sentido de que a primeira disponibiliza os instrumentos teóricos e práticos e a segunda mostra o que é possível fazer com os conhecimentos adquiridos previamente na ação de formação.


Pedro Carvalho é licenciado em Ensino de Matemática pela Universidade de Évora e Pós-Graduado em Jogos e Complementos de Matemática, pela Universidade Lusíada. É professor de Matemática do 3º Ciclo do Ensino Básico. Colaborou com a Fundação Narciso Ferreira, (Riba D´Ave), o Núcleo de Experimentação Coreográfica (NEC), Porto2001, Teatro Aveirense, Centro Cultural Vila Flor (Guimarães), entre outros, no desenvolvimento de projetos e formações de Matemática Criativa. Foi ainda selecionado para o Prémio Fundação Ilídio Pinho "Ciência na Escola".